Após 30 dias de recesso, o Tribunal de Contas de Pernambuco realizou nesta quarta-feira (25) a primeira sessão do Pleno deste ano de 2017. Constaram da pauta 30 processos, mas nem todos foram julgados devido a pedidos de vistas ou simples retirada para serem votados em sessões posteriores. 

Durante o curso da sessão, o procurador geral do Ministério Público de Contas, Cristiano Pimentel, apresentou dois votos de aplausos, ambos aprovados por unanimidade. Um pelos 10 anos de criação da Controladoria Geral do Estado e outro pela passagem do promotor Carlos Augusto Arruda Guerra de Holanda pela chefia da Procuradoria Geral de Justiça no biênio 2015-2016.

Segundo Pimentel, o ex-procurador geral da Justiça foi um excelente parceiro do TCE durante o período, tendo colaborado diretamente para que as duas instituições trabalhassem juntas na fiscalização dos recursos públicos.

O presidente Carlos Porto solidarizou-se com Pimentel em relação aos 10 anos da CGE e o conselheiro Dirceu Rodolfo no que toca a passagem de Guerra Barreto pela PGJ. 

Gerência de Jornalismo (GEJO), 25/01/2017