O conselheiro Ranilson Ramos (TCE) foi um dos agraciados pelo Tribunal de Justiça com a Medalha do Mérito Judiciário Joaquim Nunes Machado, outorgada nesta segunda-feira (14) a diversas pessoas físicas e jurídicas que contribuíram para o aprimoramento da Justiça e a pacificação social no Estado de Pernambuco.

A sessão para a entrega das comendas se realizou no salão nobre do Palácio da Justiça e foi antecedida por uma missa em ação de graças celebrada na Igreja da Ordem Terceira de São Francisco. O presidente do TCE, conselheiro Carlos Porto, compôs a mesa dos trabalhos ao lado do presidente do TJ, desembargador Leopoldo Raposo e de outras autoridades.

Além de Ranilson Ramos, também receberam a comenda, dentre outros, o procurador geral de Justiça de Pernambuco Francisco Dirceu Barros, o vice-governador Raul Henry, a Associação Comunidade Obra de Maria, o desembargador Demócrito Ramos Reinaldo Filho, a secretária estadual da Mulher, Sílvia Cordeiro, os advogados José Henrique Wanderley Filho e Márcio Alves de Souza, a secretária de Esportes da Prefeitura do Recife, Yane Marques, o padre Francisco Caetano Pereira e a Orquestra Criança Cidadã.

Também foram agraciados mas não puderam comparecer para receber a comenda o ministro Celso de Mello (STF) e o juiz federal Sérgio Moro (13ª Vara da Justiça Federal em Curitiba).

Confira mais fotos do evento clicando aqui.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 14/08/2017