O presidente do Tribunal de Contas de Pernambuco, no uso de suas atribuições legais, resolve: Portaria nº 263/2018 – Declarar dia sem expediente no Tribunal de Contas na data de 22 de junho próximo.

Uma análise de licitação realizada pelo Tribunal de Contas resultou na economia de R$ 224.212,47 aos cofres da Prefeitura de Paulista. O objetivo do trabalho foi a análise do Pregão Presencial Nº 034/2016 destinado à compra de materiais de limpeza para atender à demanda das secretarias municipais pelo período de 12 meses.

Na auditoria, que teve como relator o conselheiro João Carneiro Campos, a equipe técnica do TCE identificou irregularidades que poderiam comprometer a transparência e a economicidade do processo de licitação. No edital para a compra de materiais de limpeza, a prefeitura fixou um preço máximo no valor de R$ 1.327.777,77. Com base nas especificações dos materiais a serem adquiridos, os técnicos do Tribunal fizeram uma pesquisa de mercado cujo resultado apontou um sobrepreço em alguns itens.

Notificada das conclusões da auditoria, a Prefeitura de Paulista revogou o edital analisado e publicou outro com a revisão dos preços sugeridos pelo Tribunal de Contas, além de excluir parte dos materiais que seriam adquiridos.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 20/09/2017