Suporte técnico a sistemas - segunda a sexta - 0800 281 7717 ou atendimento@tce.pe.gov.brdas 8h às 17h.

Ouvidoria - 0800 081 1027- segunda a sexta, das 7h às 13h ou ouvidoria@tce.pe.gov.br

 

O atendimento no setor de protocolo do TCE deverá ser feito por meio digital na opção "Consultar/Protocolar documentos"Dúvidas pelo telefone 0800 281 7717 ou pelo email atendimento@tce.pe.gov.br.

O Tribunal de Contas de Pernambuco passou, oficialmente, a fazer parte da Organização Latinoamericana e do Caribe das Entidades Fiscalizadoras Superiores (Olacefs).  O certificado de filiação foi entregue ao conselheiro Valdecir Pascoal pelo presidente do TCU, Augusto Nardes e pelo ministro José Múcio Monteiro, durante a programação da 24ª Assembleia Geral da entidade, que aconteceu na cidade de Cusco, no Peru, na semana passada.

A Olacefs é uma organização internacional, autônoma e independente, que atua como um fórum permanente para troca de ideias e experiências relacionadas à fiscalização e ao controle externo. É também um dos grupos regionais da Intosai (International Organization of Supreme Audit Institutions) e desenvolve atividades de estudo, capacitação e assessoria técnica com o intuito fomentar o aperfeiçoamento das Entidades de Fiscalização Superiores membros.

A participação na Olacefs possibilitará ao TCE-PE integrar-se a qualquer Comissão e Grupo de Trabalho da entidade. O Tribunal passa ainda a ter direito a voto nas sessões plenárias técnicas das Assembleias Gerais realizadas pela organização. "Para ser membro da Olacefs, o Tribunal de Contas precisa demonstrar uma história de atuação efetiva. Essa filiação, portanto, já um reconhecimento dos nossos valores institucionais. Por isso, temos o dever de dividir esse momento com todos os servidores e membros. Os de hoje e de ontem. Mas o principal é que passaremos a fazer parte de uma entidade internacional que coordena  todas as modernas discussões sobre aprimoramentos nas técnicas de auditoria, combate à corrupção e de como o controle pode influir para a melhoria da governança pública e da vida do cidadão", afirmou o conselheiro Valdecir Pascoal.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 01/12/2014