O conselheiro Ranilson Ramos representou o presidente do TCE, Carlos Porto, na abertura do 4º Congresso Pernambucano de Municípios, que teve início nesta terça-feira (25) no Centro de Convenções de Pernambuco. O tema do Congresso, que se prolongará até a próxima quinta-feira (27), é “A cidade de que precisamos”.

Ranilson Ramos compôs a mesa de abertura ao lado do governador Paulo Câmara, do ministro Bruno Araújo (Cidades), dos prefeitos de Olinda e Recife, Lupércio Nascimento e Geraldo Júlio, respectivamente, do presidente da Amupe, José Patriota, e de várias outras autoridades. Ao fazer a abertura do evento, Patriota, que é também prefeito de Afogados da Ingazeira, conclamou os prefeitos pernambucanos “a não baixarem a cabeça diante da crise”.

“Não podemos nos intimidar com a gravidade da crise, nem termos vergonha de nossa condição de gestores públicos. Temos que enfrentar os problemas de cabeça erguida e celebrar as parcerias necessárias para tentar solucioná-los”, declarou Patriota.

Ele fez um apelo aos prefeitos para prestigiarem, com suas presenças, as diferentes mesas temáticas que teriam início na tarde desta terça-feira, especialmente a que trataria da implantação de consórcios públicos.

“Nossos colegas do Sul já avançaram muito nessa questão dos consórcios, mas aqui no Nordeste eles ainda são incipientes”, disse o presidente da Amupe. O auditor do TCE Dácio Rijo Rossiter fará uma palestra para os prefeitos nesta quarta-feira (26) sobre “Estratégias de ciência, tecnologia e inovação”.

O foco do Congresso deste ano é a melhoria da qualidade de vida das pessoas por meio de um melhor planejamento das cidades para o enfrentamento de questões como mobilidade, meio ambiente, etc.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 25/07/2017