O presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Marcos Loreto, esteve em Petrolina, ontem (13), para participar da celebração dos 25 anos de implantação da Inspetoria Regional de Controle Externo naquela cidade. A IRPE foi inaugurada em 3 de setembro de 1993 e hoje conta com 34 servidores das áreas técnico/administrativa e terceirizados, atuando na fiscalização dos municípios da região do sertão do São Francisco.

Juntamente com o conselheiro Ranilson Ramos, patrono da Inspetoria, o presidente descerrou uma placa comemorativa e homenageou os seis servidores que trabalharam na Inspetoria desde a sua inauguração: Edileusa Diniz, José Antônio (conhecido por “boião”), Caio Caribé, Ivo Santos e Francisca Iracema dos Santos Ferreira.

Loreto destacou a importância de fortalecer as Inspetorias Regionais como forma de aproximar o TCE do cidadão, algo que ele elegeu como uma das principais prioridades de sua gestão, ao lado do combate implacável a todo e qualquer tipo de corrupção.

Também participaram da solenidade a diretora-geral do TCE, Fátima Pestana, a coordenadora de Controle Externo, Taciana Mota, o chefe de gabinete da Presidência, Jackson Oliveira e o diretor de Gestão de Pessoas, Paulo Otávio Cavalcanti.

Em seu discurso, o conselheiro Ranilson Ramos parabenizou todos os servidores da Inspetoria pela passagem da data, ressaltando a importância da atuação do TCE numa cidade tão progressista como Petrolina, a maior do sertão pernambucano. “Aqui estive na inauguração como cidadão comum e hoje volto como membro do conselho. Isso é muito gratificante para mim que sempre defendi a interiorização do Tribunal de Contas”, declarou o conselheiro.

 clique nas imagens para aumentá-las. 

POR TODOS – Coube ao servidor Márcio Penante falar em nome dos servidores que trabalham na Inspetoria. Ele lembrou o pioneirismo dos que enfrentaram os desafios para a implantação da IRPE, frisando o trabalho prestado por todos à instituição ao longo dos últimos 25 anos.

O Inspetor Regional, Turíbio Mota, também fez uso da palavra para agradecer a dedicação de todos os servidores para o fortalecimento de Inspetoria, bem como a presença dos dois conselheiros na solenidade. “Tenho orgulho de dividir este espaço com servidores tão comprometidos e tão eficientes”, disse o inspetor.

À tarde, foi oferecido um almoço aos convidados, ocasião em que foram homenageados os seguintes servidores aposentados: Hilário Lima, Maritônia Bastos, Margarida Maria de Jesus e Maria Olímpia Santos (dona Mariazinha).

Outros servidores que trabalharam na IRPE quando da sua implantação também estiveram presentes na festa dos seus 25 anos, dentre eles Amsterdan Medeiros Lacerda (hoje lotado na Inspetoria de Garanhuns) e Márcia Helena Bessa (hoje lotada no Recife). “A IRPE foi minha escola para os trabalhos de auditoria. Aqui fiz muitos amigos e tenho muito carinho por todos. Venho sempre que posso visitar essa instituição”, afirmou Márcia Helena Bessa, que trabalhou 17 anos na Inspetoria de Petrolina.

HISTÓRICO - A IRPE foi criada na gestão do conselheiro Adalberto Farias no dia 03 de setembro de 1993, com sede própria a partir de 2001, diante da necessidade do Tribunal de Contas de aproximação com seus jurisdicionados.

Sua sede própria, batizada de Clementino de Souza Coelho, homenageia o pai do fundador do TCE, o ex-governador Nilo Coelho, sendo construída com recursos do Programa de Modernização dos Tribunais de Contas (Promocontas), uma iniciativa do Governo Federal em parceria com o Banco Mundial (Bird).

Atualmente a IRPE é responsável pela jurisdição de 24 municípios das messoregiões do Sertão e do São Francisco. 


Gerência de Jornalismo (GEJO), 14/09/2018