Os estudos feitos pelo TCE sobre obras inacabadas em Pernambuco e o tratamento do lixo pelas prefeituras municipais, bem como o levantamento sobre índice de transparência dos municípios foram alguns dos muitos assuntos em destaque ontem (03), durante entrevista do presidente Marcos Loreto à Rádio Transamérica Recife. O programa, conduzido pelo apresentador Aldo Vilela, contou também com a presença do presidente da OAB-PE, Bruno Baptista que falou sobre questões ligadas à área jurídica no Estado.

A entrevista teve como ponto de partida a atuação do TCE no trabalho de combate à corrupção em Pernambuco. O presidente Marcos Loreto reforçou a importância dos órgãos de controle na fiscalização da gestão, como forma de garantir que a população tenha acesso a um serviço público de qualidade. "As instituições de controle estão cada vez mais fortes e engajadas nessa luta do combate à corrupção. Graças à nossa atuação em conjunto, o cidadão brasileiro hoje tem acesso a muitas informações da administração pública que antes não estavam ao alcance das pessoas. E dessa forma, acompanhando a gestão em sua cidade, em seu município, o cidadão pode ser também um agente fiscalizador, exercendo o controle social, que é tão relevante no nosso trabalho", afirmou o presidente Loreto.

Um dos canais de comunicação direta entre a população e o TCE é a Ouvidoria, que recebe denúncias e reclamações por meio do telefone 0800 081 1027 ou pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. "O cidadão não precisa nem se identificar para fazer a denúncia. Mas é importante que ele seja também um fiscal da gestão e mais um agente de combate à corrupção no seu município", disse o presidente.

O presidente falou também sobre o papel pedagógico do TCE, por meio da Escola de Contas, que oferece cursos e capacitações gratuitas a servidores públicos de todo o Estado. "De 2018 até agora, tivemos um total de 7.661 servidores de órgãos jurisdicionados capacitados, com 97% de taxa de satisfação com os cursos, o que mostra que esse papel orientador do Tribunal de Contas está sendo bastante efetivo", afirmou.

RÁDIO JORNAL - Também nessa quarta-feira, pela manhã, o vice-presidente do TCE, conselheiro Dirceu Rodolfo, participou de um debate no programa Super Manhã, apresentado pelo radialista Geraldo Freire, na Rádio Jornal, que teve como tema "Justiça, as polêmicas envolvendo o STF, Lava Jato e outros setores ligados ao judiciário". O debate recebeu ainda como convidados o desembargador Bartolomeu Bueno e o advogado João Olímpio.

Ao tratar das operações de combate à corrupção, o conselheiro Dirceu Rodolfo reconheceu os avanços obtidos no país com a atuação da Lava Jato e das instituições como Supremo Tribunal Federal, Polícia Federal e Ministério Público Federal, mas, em sua opinião, o país precisa retomar as pautas políticas para voltar a crescer e ter uma sociedade melhor.

"Essa discussão ética e moral deve sim existir. Mas a Lava Jato não será a redenção e a salvação do Brasil, até porque o crime de corrupção vai mudando e se aperfeiçoando ao longo do tempo", afirmou. "Precisamos cuidar também das políticas públicas e buscar dessa forma a melhoria do país, seja pela educação, pelo conhecimento e pelo fortalecimento das instituições", disse o conselheiro.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 04/04/2019