No período de 27 a 29 de maio, a Escola de Contas Públicas (ECPBG) realizou o primeiro curso a utilizar a metodologia Problem Based Learning - PBL (sigla inglesa para Aprendizagem Baseada em Problemas). O curso Atos de Improbidade na Administração Pública foi ministrado pelo professor Gustavo Almeida, que também dá aulas e palestras no Programa TCEndo Cidadania.

Gustavo teve contato com a metodologia durante capacitações que a ECPBG ofereceu sobre o tema para os professores. Nessa nova abordagem, o professor é um guia, um tutor. Mostrando, assim, que o conhecimento é uma construção coletiva e as soluções são encontradas pelo grupo e todos têm um papel fundamental na consolidação do saber.

Com a mudança da abordagem, a arquitetura da sala de aula também muda. O professor usou a sala de inovação da ECPBG e trabalhou com grupos, estimulando mais dinâmicas entre os participantes. O conteúdo da legislação foi explorado com estudos de casos da jurisprudência, debates e resolução de conflitos reais da gestão pública.

O professor explicou a relevância da utilização do PBL. “Os alunos tiveram a oportunidade de ser instruídos sobre os atos de improbidade na Administração Pública através de uma metodologia inovadora, que oportunizou o conhecimento jurídico dos atos praticados pelos agentes públicos, dando-lhes uma experiência prática do conteúdo apresentado”.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 03/06/2019