Suporte técnico a sistemas - segunda a sexta - 0800 281 7717 e 081 98225-2906 das 8h às 14h, 081 98494-0031 das 12h ás 18h ou atendimento@tce.pe.gov.br das 8h às 18h.

Ouvidoria - 0800 081 1027- segunda a sexta, das 7h às 13h ou ouvidoria@tce.pe.gov.br

Protocolo - atendimento digital  acesse o site - “Consultar/Protocolar documentos” no campo "PRINCIPAIS SERVIÇOS". Em caso de dúvidas, procurar o suporte técnico a sistemas.

A partir de 15 de setembro, as sessões de julgamento passam a acontecer às 10h dos seguintes dias: 1ª Câmara: Terça-feira, Pleno: Quarta-feira, 2ª Câmara: Quinta-feira. Todas com transmissão pela TV TCE-PE.

O retorno ao trabalho nesta terça-feira, 25 de junho, não teve a habitual alegria do reencontro nas salas e corredores do Tribunal de Contas de Pernambuco.

Após as comemorações de São João nos últimos dias, o clima hoje no TCE era de tristeza e de consternação. A notícia do falecimento do conselheiro João Carneiro Campos, ocorrido no último sábado, 22 de junho, deixou muitos servidores abalados e ainda perplexos.

Na sala onde funciona o gabinete do conselheiro, no sétimo andar do edifício Dom Helder, o desconsolo dos que diariamente conviviam e trabalhavam ao lado dele. A analista de controle externo Maria Paula Antão de Vasconcelos, assessora técnica do gabinete, falou em nome da equipe. "O conselheiro João Campos era uma pessoa acolhedora, bem humorada. No trabalho, não criava entraves, não era impositor nas situações de divergências. Nós nos sentimos duplamente penalizados em razão da perda do amigo e do companheiro de trabalho”, disse ela.

O chefe de gabinete, Gustavo Campelo, que encontra-se em período de férias, escreveu um depoimento emocionado sobre a perda do amigo e companheiro de trabalho. "Ainda desnorteado. Como pode? Tão novo, tanta energia, tão conciliador, tanta opinião boa, tanta vida. Tão de repente. Um cara do bem. Meu amigo de juventude que virou meu chefe. O outrora Joãozinho que, pela liturgia do cargo, achei por bem adaptar para João. Amigo/chefe João. Leal, competente, decidido. Sempre com  ouvidos atentos à opinião da equipe. Ponderado em suas deliberações. Muito difícil para todos nós do Gabinete encarar essa súbita ausência. Fica um vazio doído demais. Silêncio contundente. Apostar no tempo. Só ele pra arrefecer essa sensação de agora. Esperar a poeira baixar, de forma que a saudade seja mais branda e leve. Leve como ele era. Obrigado amigo pela parceria, pela convivência, pelo carinho.Toda sua equipe sente-se privilegiada por esse tempo bom que tivemos juntos. Orgulhosos de integrar um time capitaneado por você. Muita saudade. Fica em paz".

"É forte a ausência de João Campos aqui no Tribunal de Contas", afirmou o conselheiro Ranilson Ramos. "É uma perda irreparável para a família, a esposa, os filhos e todos nós. João tinha respeito dentro e fora do TCE, pelo seu largo conhecimento jurídico que ultrapassava as fronteiras do controle externo. Para os amigos, a falta do companheiro leal, generoso e sempre solidário. Espero que o seu substituto tenha a mesma grandeza de espírito e o amplo conhecimento jurídico do nosso saudoso amigo-conselheiro", concluiu. 

No plenário da Câmara dos Deputados, em Brasília, durante sessão da última quarta-feira (26), o deputado federal e auditor do TCE-PE, Danilo Cabral, fez um pronunciamento para lembrar o falecimento do conselheiro e amigo, "uma figura querida por todos e que deu grande contribuição ao Tribunal de Contas de Pernambuco". Confira aqui. 

O diretor do Departamento de Gestão de Pessoas, Paulo Otávio Cavalcanti, também falou sobre o clima de tristeza que se abateu sobre o TCE nesta terça-feira. "É um momento muito difícil para todos da Casa. A morte do conselheiro deixou a todos consternados. Ninguém espera uma situação dessa natureza com uma pessoa tão jovem, tão presente e querida pelas pessoas do TCE. O mais importante de tudo nesse momento é que nossas orações, os nossos pensamentos estejam com a família para que, com a ajuda de Deus, eles possam enfrentar esse momento tão difícil”.

"Estou muito impactada. O conselheiro era uma pessoa muito carinhosa. Ele era uma das poucas pessoas aqui no TCE que me chamava de Branquinha. Ao longo do tempo que o conheci, desenvolvi uma grande admiração e, por tabela, uma grande amizade com ele", disse a gerente do Cerimonial, Branca Góes.

No plenário da Câmara dos deputados, em Brasília, durante sessão da última quarta-feira (26) o deputado federal e auditor do TCE-PE, Danilo Cabral, fez um pronunciamento para lembrar o falecimento do conselheiro e amigo. "uma figura querida por todos e que deu grande contribuição ao Tribunal de Contas de Pernambuco". Confira  

O falecimento do conselheiro João Carneiro Campos aconteceu no sábado pela manhã, em Gravatá, onde ele passava o feriado de São João, ao lado da família. O conselheiro sofreu uma parada cardíaca e chegou a ser levado a um hospital na cidade, mas não resistiu. No domingo, 23, ele completaria 50 anos de vida. 

O enterro foi no sábado, às 21 horas, no cemitério Morada da Paz, em Paulista, num clima de muita tristeza e consternação.  Por meio de uma portaria, o presidente Marcos Loreto decretou luto oficial de três dias e determinou o hasteamento, a meio mastro, das bandeiras de Pernambuco e do TCE-PE na Instituição.

A missa de sétimo dia será celebrada na próxima sexta-feira, 28, às 19 horas, no Santuário Arquidiocesano Nossa Senhora de Fátima (antigo colégio Nóbrega).

Que descanse em paz, nosso conselheiro João Carneiro Campos.

TCE, 25/06/2019