Informática - segunda a sexta -  0800 281 7717 e 081 98225-2906 das 8h às 14h ou atendimento@tce.pe.gov.br das 8h às 18h.

Ouvidoria - 0800 081 1027- segunda a sexta, das 8h às 14h ou ouvidoria@tce.pe.gov.br. 

Protocolo - atendimento digital  acesse o site - “Consultar/Protocolar documentos” no campo "PRINCIPAIS SERVIÇOS". Em caso de dúvidas, procurar a Informática.

O Pleno do Tribunal de Contas aprovou, na quarta-feira (27), três votos de pesar pelos falecimentos dos professores da Faculdade de Direito de Recife, Anamaria Campos Torres e Octávio de Oliveira Lobo e da socióloga Maria Lia Cavalcanti.

O presidente do TCE, conselheiro Dirceu Rodolfo, propôs o voto pelo falecimento da professora Anamaria Campos. Ele destacou a sua vida profissional, que além da docência também exerceu o cargo de Procuradora Criminal do Ministério Público de Pernambuco, e enfatizou que ela foi uma inspiração para sua vida jurídica.

Já o conselheiro Carlos Neves foi o responsável por propor o voto de pesar pelo falecimento do professor e ex-presidente da OAB-PE (entre 1977 e 1979) Octávio de Oliveira Lobo. Neves falou sobre a conveniência, desde jovem, com Octávio que foi para ele “um professor também na vida”. 

Por sua vez o conselheiro Valdecir Pascoal, que foi aluno dos dois professores, destacou todo o aprendizado que teve com eles, enfatizando, sobre Octávio a sua defesa intransigente da democracia.

Já o voto de pesar pelo falecimento de Maria Lia Cavalcanti foi proposto pela conselheira Teresa Duere que falou sobre sua amizade de longa data e admiração que nutria pela socióloga.

Representando o Ministério Público de Contas, a sua procuradora geral, Germana Laureano, se associou aos votos, destacando o brilhantismo dos professores, da qual foi aluna. 

Participaram também da sessão os conselheiro Ranilson Ramos, Marcos Loreto e Carlos Porto, além do auditor geral, conselheiro substituto Adriano Cisneiros.

Gerência de Jornalismo (GEJO), 29/05/2020