A procuradora Germana Laureano representou o Ministério Público de Contas de Pernambuco numa reunião promovida pelo Ministério Público Estadual para debater as estratégias de combate às doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

O MPPE recebeu em 21 de dezembro do ano passado representantes de instituições públicas de saúde e do Exército Brasileiro para debaterem as dificuldades que os governos municipais e estadual estão enfrentando para combater as doenças transmitidas pelo mosquito: dengue, zika e febre chikungunya.

Concluiu-se, a princípio, que o problema é complexo e não se resolverá somente com a visita dos agentes de endemia às residências para orientar os cidadãos e destruir focos de proliferação do mosquito.

“Sem o empenho de todos, um trabalho sério e um ataque por várias frentes, ficará difícil eliminar as consequências do Aedes aegypti da sociedade”, disse o procurador-geral de Justiça, Carlos Guerra de Holanda.

MPCO, 11/01/2016