sede 19062018

A servidora Cláudia Gonçalves Mancebo, chefe da Ouvidoria do Tribunal de Contas da União, esteve na sede do TCE-PE, na manhã da última quinta-feira (14), para fazer uma visita técnica à sua Ouvidoria. Ela foi recepcionada pela conselheira ouvidora Teresa Duere, e pelo coordenador, Eduardo Neves.

Na visita, Cláudia Mancebo demonstrou total interesse em conhecer detalhes do trabalho que vem sendo realizado pela Ouvidoria do TCE-PE, a mais antiga no âmbito dos Tribunais de Contas brasileiros. A conversa versou sobre temas como a participação da Ouvidoria no Planejamento Estratégico do Tribunal, passando pelos Projetos desenvolvidos nos últimos anos, até os atos normativos que regulamentam internamente as ações do setor.

“Apresentamos os indicadores estratégicos e de contribuição, as ações definidas e desenvolvidas nos Projetos Parcerias Regionais Permanentes, Auditoria Social e Governança Cidadã, bem como a Assistente Virtual do TCE, além de orientações sobre o portal Tome Conta, enquanto ferramenta que fortalece o exercício da cidadania e, muitas vezes, tem servido de fonte para a proposição de manifestações”, declarou Eduardo Neves. 

Na oportunidade, os gerentes também trocaram informações sobre a pauta dos eventos envolvendo as Ouvidorias dos Tribunais de Contas, que estão previstos para acontecer no segundo semestre deste ano.

CONVITE – O Presidente do Instituto Rui Barbosa, Conselheiro Ivan Lelis Bonilha, convidou a Ouvidoria do TCE-PE, por meio do Ofício nº 143/2018 IRB,  para participar do Encontro Técnico das Ouvidorias, no dia 13/08/2018, das 09h30 às 17h00, no Instituto Serzedello Corrêa - ISC, Escola Superior do Tribunal de Contas do TCU, Brasília-DF.

Já a convite do Vice-Presidente de Desenvolvimento do Controle Externo da ATRICON, conselheiro Carlos Ranna (TCE-ES), a Ouvidoria do TCE-PE comporá o grupo de trabalho do projeto 1.4. da Atricon (Aprimoramento da Atuação das Ouvidorias dos Tribunais de Contas), que faz parte do portfólio de projetos do Plano Estratégico 2018-2023 e do Plano de Gestão 2018-2019 da Associação. A 1ª reunião será realizada na Ouvidoria do TCU, no segundo semestre, tendo-se como pauta preliminar a definição das responsabilidades pelas entregas constantes do projeto citado, como por exemplo: I) Viabilizar a aplicação da Lei 13.460/2017 (manual de implantação); II) Propor modelo de resolução de obediência à LAI no âmbito dos TCS; III) Propor padronização dos serviços de Ouvidoria dos TCS; IV) Elaborar Cartilha de boas práticas, contendo objetivos, normativos e instrumentos das Ouvidorias nos TCS; V) Acompanhar o cumprimento dos itens de avaliação do MMD-TC (metas e indicadores para atuação das ouvidorias dos TCS).

Gerência de Jornalismo (GEJO), 18/06/2018