O TCE fez uma sessão solene nesta quinta-feira (8) para homenagear 50 personalidades pernambucanas com a Medalha do Cinquentenário, em alusão ao seu Jubileu de Ouro que está sendo comemorado desde o início desta semana. A sessão foi presidida pelo conselheiro Marcos Loreto e contou com a participação do governador Paulo Câmara, do prefeito do Recife, Geraldo Júlio, do vice-presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Antenor Cordeiro, do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eriberto Medeiros, do procurador de Justiça, Sílvio Tavares e do vice-presidente da OAB-PE, Leonardo Acyolli.

Também foram anotadas as presenças do desembargador do TRF da 5ª Região, Lázaro Guimarães, do presidente do TRT da 6ª Região, Ivan de Souza Valença Alves e do presidente do TRE-PE, desembargador Luiz Carlos Figueiredo.

Do TCE marcaram presença no evento os conselheiros Carlos Porto, Teresa Duere, Dirceu Rodolfo e Valdecir Pascoal e os conselheiros substitutos Marcos Flávio, Carlos Pimentel, Ruy Harten, Adriano Cisneiros, Ricardo Rios, Luiz Arcoverde Filho e Carlos Maurício Figueiredo.

Do Ministério Público de Contas, prestigiaram a solenidade os procuradores Germana Laureano (procuradora geral), Gilmar Severino Lima, Guido Rostand, Ricardo Alexandre e Eliana Lapenda, uma das agraciadas com a Medalha dos 50 anos.  

medalha 50 pA HISTÓRIA – Loreto homenageou os agraciados lembrando que quando o TCE foi criado em 1968, na gestão do governador Nilo Coelho, tinha apenas dois anos de idade. Ao longo dos últimos 50 anos, acrescentou, o órgão passou por uma série de avanços que otimizaram o uso dos recursos públicos e beneficiaram a vida dos pernambucanos, “uma estrada que muitos ajudaram a percorrer e que só temos a comemorar”.

“Sem haver possibilidade de agradecer a todos”, disse o presidente, até porque muitos não se encontram mais vivos, o TCE definiu 50 nomes para receber a comenda, entre eles os ex-governadores (falecidos) Nilo Coelho, Eraldo Gueiros, Moura Cavalcanti, Miguel Arraes, Carlos Wilson e Eduardo Campos, além de (vivos) Marco Maciel, José Ramos, Roberto Magalhães, Gustavo Krause, Joaquim Francisco, Mendonça Filho, Jarbas Vasconcelos e João Lyra Neto.

“Todos, direta ou indiretamente, contribuíram para a evolução do nosso Tribunal e para o aperfeiçoamento dos nossos trabalhados”, afirmou Marcos Loreto.

PARCERIAS – O presidente homenageou também em seu discurso os conselheiros já falecidos, os quatro que se encontram aposentados (Adalberto Farias, Roldão Joaquim, Romário Dias e Severino Otávio), os servidores já falecidos na pessoa do ex-auditor geral Luiz Arcoverde Cavalcanti e os servidores da ativa nas pessoas de Almir Lopes, Heloísa Nunes, Eliana Lapenda, Fátima Toscano, Christiana Calado e Márcia Feitosa, “todos com mais de 30 anos de relevantes serviços prestados ao povo pernambucano”.

Em seguida, exaltou as instituições parceiras do TCE, “com as quais trabalhamos de mãos dadas”, entre elas o Ministério Público Estadual e Federal, as Controladorias, o TCU, as Polícias Civil, Militar e Federal e a Justiça Estadual e Federal.

Por fim, homenageou o governador Paulo Câmara e o prefeito Geraldo Júlio, servidores do quadro efetivo desta Casa. "O Brasil vive uma grave crise fiscal, política e econômica da qual só conseguirá sair se realizar pelo menos quatro reformas: política, tributária, previdenciária e um novo pacto federativo", afirmou.

“Nosso sentimento é de entusiasmo com Pernambuco. Temos como norte a vontade, a fé e o otimismo, pois como já disse Juscelino Kubischeck, ‘o otimista pode até errar, mas o pessimista já começa errando’”.

Após o discurso do presidente, procedeu-se a entrega das comendas. Os homenageados que não puderam comparecer enviaram representantes.

 Clique nas imagens para aumentá-las

Em seguida, o governador Paulo Câmara falou em nome dos agraciados e expressou o orgulho e a satisfação de fazer parte de uma instituição tão importante quanto o Tribunal de Contas de Pernambuco. "O TCE de Pernambuco é uma referência nacional no que faz, pelo pioneirismo em muitas ações e pela correção com que exerce sua função institucional.", afirmou. "Vem se preparando ao longo de décadas para ser cada vez mais ágil, mais ativo, mais colaborativo e mais vigilante em defesa do Erário e da eficiência da gestão pública, conquistas que decorrem principalmente do exemplar quadro técnico construído ao longo desse período", disse o governador.

"Me congratulo com o presidente, com os conselheiros, procuradores de contas, com todos os servidores dessa Casa, meus colegas com os quais me sinto irmanado e integrado ao sentimento de dever cumprido e na satisfação de fazer parte de uma instituição tão importante", destacou o governador.

ESCULTURA – Encerrada a sessão, os convidados seguiram para a área externa do TCE para assistir à inauguração da escultura “Evolução”, feita especialmente para os 50 anos do Tribunal pelo arquiteto Wandenkolk Walter Tinôco. A obra foi escolhida por meio de uma votação entre os servidores e analisada por uma comissão julgadora, que fez uma avaliação baseada em critérios técnicos. Também foi projetado um vídeo em homenagem aos 50 anos, confira.

Acesse aqui mais imagens do evento - 

 
Gerência de Jornalismo (GEJO), 09/11/2018